Moagem atrasa e usinas produzem menos açúcar e etanol na atual safra.

Segunda-feira, 29 de maio de 2017 às 9h 27

A moagem de cana no Centro-Sul do Brasil está atrasada em relação à safra passada, mostram os dados divulgados nesta sexta-feira (26/5) pela União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). Passaram pelas usinas 80,284 milhões de toneladas do início da safra 2017/2018 até a primeira metade de maio. O volume é 26,25% menor que o da mesma época na safra 2016/2017 (108,863 milhões).

O ritmo menor de moagem, que levou a essa diferença de quase 30 milhões de toneladas processadas de uma safra para outra, teve impacto na produção de açúcar e etanol. Até a primeira quinzena de maio, 55,81% da matéria-prima foram direcionados para o combustível. A produção somou 3,1 bilhão de litros (-29,58%).

Desde o início da atual safra, saíram das usinas 1,138 bilhão de litros de etanol anidro (misturado à gasolina), 27,97% a menos que o contabilizado na mesma época na safra passada. No etanol hidratado (que abastece diretamente os veículos flex), a redução é de 30,49%, com a produção de 1,963 bilhão de litros.

Destino de 44,19% da cana processada nesta safra até 16 de maio, a produção de açúcar somou 3,940 milhões de toneladas. O volume é 25,98% menor que o registrado na safra 2016/2017 quando, nessa mesma época, as usinas já tinham produzido 5,3 milhões de toneladas.