A Empresa

MISSÃO

 

A COOPERBOM - Cooperativa Agropecuária de Bom Despacho LTDA, segue os princípios de uma doutrina norteadora, tendo consciência de que a busca pelo lucro não ocorre em detrimento da preservação dos direitos dos cidadãos de viver bem. Por isso, trabalha com o objetivo de atender os interesses e desejos dos cooperados e consumidores de forma mais competitiva, preservando a possibilidade de ampliação do estado de bem-estar social dos cooperados e da comunidade onde está inserida. Destaca-se por desenvolver projetos que visam promover iniciativas de eliminação de emissão de elementos poluentes, além de promoção de eventos culturais, técnicos e esportivos. Realiza também periodicamente campanhas assistenciais para famílias carentes como doação de agasalhos, brinquedos e alimentos.

 

 

 

FILOSOFIA

 

O cooperativismo une o desenvolvimento econômico e o bem estar social, substituindo a competição cega, pela cooperação produtiva e desenvolvimento econômico, a distribuição de renda e geração de empregos.

 

 

 

VISÃO, VALORES E PRINCÍPIOS DO COOPERATIVISMO
 

 

A COOPERBOM com seus colaboradores visa ser a melhor solução do agronegócio, e se destacar como a maior Cooperativa do Alto São Francisco, atuando sob os princípios da cooperação, transparência, confiança e ética.

 

 

  • Adesão voluntária livre - "Liberdade e despertar nos outros a vontade de fazer";

 

  • Gestão democrática pelos cooperados - "Nosso capital são as pessoas";

 

  • Participação econômica dos cooperados - "Somar é compartilhar resultados";

 

  • Autonomia e independência - "Empreendimento autônomos e controlados por seus associados";

 

  • Educação, formação e informação - "Educar é construir um futuro melhor";

 

  • Cooperação entre cooperativas - "A união faz a força";

 

  • Interesse pela comunidade - "A responsabilidade social está no DNA do cooperativismo".

 

 ANÁLISES

 


Foi assim surgiu a COOPERBOM. Nasceu para provar que a união e o trabalho dos produtores rurais de Bom Despacho podiam superar qualquer obstáculo que surgisse pela frente. Um grupo de homens não poderiam imaginar que estariam plantando a semente do que viria a ser a 5ª maior cooperativa de leite do Brasil.

A história da COOPERBOM, a partir de então, transcorreu de forma bastante heterogênea, passando por períodos de crises, incertezas, mas também por momentos de grandes realizações e conquistas.

Mas graças a garra e perseverança de homens como os integrantes de sua primeira diretoria, a COOPERBOM não apenas sobreviveu aos diversos obstáculos na cidade como mais tarde adquiriu a usina de beneficiamento de leite da própria, fato esse ocorrido no ano de 1970.

Na década de 70 foram firmados convênios com médicos, dentistas, veterinários; construídas a Farmácia Humana e Veterinária, Loja de Insumos e Tecidos, Posto de Gasolina, Posto de Recepção de Leite em Estrela do Indaiá... A COOPERBOM já estava se tornando uma das mais respeitadas empresas da região.

Durante a década de 80 foi criada a marca COLMÉIA, que comercializava manteiga, requeijão e leite pasteurizado.

Em 83 foi inaugurado o Recanto das Palmeiras. A partir desse momento, cooperados e funcionários possuíam um clube fechado e exclusivo, com toda a estrutura para seus momentos de lazer.

Já em 84, preocupada em estar sempre na vanguarda, a COOPERBOM começou a se informatizar, adquirindo computadores para agilização do seu setor administrativo.

Em 85, iniciaram-se as atividades da CREDIBOM (Cooperativa de Crédito Rural de Bom Despacho) que hoje pode se orgulhar de ser a segunda maior Cooperativa de Crédito do Estado.

Os anos 90 começaram com grande expectativa por parte dos cooperados pelo fim do tabelamento do preço do leite pelo governo e pela aquisição da empresa de eletrificação rural CERER.

Mas as coisas não saíram como o planejado e a COOPERBOM passou por uma de suas piores crises mas, mesmo assim não parou de evoluir, com a inauguração, em 1994 da Casa do Cooperado; sua nova e ampla sede administrativa.

Ano 2000, pairava no ar a magia de um novo século, e a COOPERBOM inaugurava sua fábrica de Suplementos Minerais que passou a produzir os produtos Cooperphos (CooperFós). Foi inaugurado também nesse período, o Silo Graneleiro e o lançamento da nova marca dos produtos COOPERBOM. Depois do fim do nome COLMÉIA, os produtos passaram a ser comercializados sob a marca MAVERO.

Após todos esses anos de lutas e conquistas a COOPERBOM se orgulha de sua história. E quem a faz é você, produtor rural, que é também o motivo de nossa existência. Ontem um grupo de fazendeiros. Hoje um estandarte do Agronegócio. O Amanhã? Enfrentaremos como fariam nossos associados: Com determinação e coragem!